Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

5 estratégias de endomarketing para colocar em prática ainda hoje

Está cada vez mais difícil manter equipes engajadas e profissionais dedicados por muito tempo. Isso porque um elevado grau de dedicação demanda muito engajamento e engajamento dos colaboradores não se conquista da noite para o dia. Dentro desse universo, as estratégias de endomarketing surgem como meio de alinhar a equipe e aumentar a satisfação no ambiente de trabalho.

Mas você entende verdadeiramente o que é endomarketing?

É isso que vamos explicar a seguir.

O que é endomarketing?

Endomarketing nada mais é que o marketing feito para o público interno, por isso ele também pode ser chamado de Marketing Interno.

Da mesma forma que é importante ter os clientes (público externo) sendo promotores da marca, também é imprescindível que seus funcionários promovam o local de trabalho deles, contanto casos interessantes para os amigos e familiares e dando o testemunho deles de que a empresa é séria e comprometida.   

As estratégias de endomarketing buscam melhorar o clima organizacional, o trabalho em equipe e o engajamento, além de reduzir o turnover (índice de rotatividade).  

Através de um bom endomarketing “endo”, para os íntimos é possível trabalhar inclusive a cultura organizacional e o sentimento de pertencimento (arma poderosa para a retenção de funcionários).

Como implementar o endomarketing na sua empresa

Para começar as estratégias de endomarketing na sua organização é preciso entender as maiores necessidades e dificuldades enfrentadas no ambiente interno do ambiente de trabalho.

Esse trabalho costuma ser de responsabilidade do departamento de Recursos Humanos (ou Gestão de Pessoas), que é a área responsável pelo bem dos funcionários que ali trabalham.

Agora é a hora de definir as estratégias de endomarketing que a organização colocará em prática. Ainda neste artigo explicaremos algumas ações de endomarketing que geram bons resultados.

Depois de definir as estratégias é hora de colocar em prática. Para saber se as suas ações estão sendo efetivas, aplique pesquisas de satisfação frequentemente. Com isso você sabe se o nível de contentamento do funcionário aumentou ou diminuiu e ainda pode pedir feedbacks, o que pode dar ideias de melhoria para o sistema.

Resumindo:

  1. Fazer o levantamento das principais dificuldades enfrentadas no ambiente interno da empresa.
  2. Estruturar as estratégias de endomarketing.
  3. Colocar em prática!
  4. Mensurar os resultados.

Estratégias de endomarketing para tornar a cultura organizacional mais colaborativa

Preparado para uma chuva de estratégias de endomarketing que podem ser implementadas na sua empresa? Lembre-se de usar o endomarketing para trabalhar os pontos fracos da sua cultura organizacional.

Crie oportunidades de integração entre os membros

Festa junina, confraternização de fim de ano, festinha de aniversariantes do mês, tudo isso são oportunidades de criar um ambiente descontraído para os membros interagirem entre si.

É aconselhável que os gestores também participem desses momentos, sem puxar assuntos de trabalho e sim interagindo com a sua equipe.

Esses momentos de integração não precisam ser restritos a confraternizações. A empresa pode estimular boas práticas em conjunto. Por exemplo, grupos de caminhada são oportunidades de integração e ainda ajudam na qualidade de vida.

Invista em capacitação

Ninguém gosta de ficar estagnado no seu crescimento profissional, as pessoas gostam de aprender coisas novas e estar sempre se qualificando mais para o mercado.

Seja sincero, se você pudesse escolher trabalhar um lugar em que fizesse tudo igual todo dia ou em um que você está sempre se capacitando e consequentemente produzindo melhor, qual você escolheria?

Eu aposto que seria a segunda opção. Por que? Porque é natural, ao aprender mais nos sentimos mais seguros e motivados no nosso cargo.

Não ache que capacitando seu funcionário, ele vai querer deixar sua organização e alçar novos voos. A ideia é o contrário. Quando o membro vê que está crescendo junto com a organização e que o seu gestor se preocupa em qualificá-lo ainda mais, ele vai querer ficar.

Divulgue os bons exemplos e bonifique

Não é apenas o salário e as promoções que motivam as pessoas a fazerem um bom trabalho. Pequenas coisas podem ter igual impacto na motivação do seu time.

Uma boa estratégia é criar uma ferramenta de elogios entre os funcionários, essa é uma forma de destacar as boas práticas e os membros que se sobressaíram naquele período.

Outra prática, que pode parecer comum mas gera bons resultados, é o “funcionário do mês”. Se você achar essa ideia batida, use a criatividade para adaptá-la a realidade da empresa.

Você pode criar várias premiações, como se fosse um oscar, e destacar o funcionário mais engajado, o mais criativo, o mais pontual etc. O importante é que a premiação diga “obrigado pelo seu empenho”.

Implemente um plano de carreiras

Plano de carreiras é uma programa que define o melhor caminho para cada funcionário seguir dentro  da empresa. Ele mostra o que cada posição precisa do funcionário que deseja atingi-la e qual a expectativa da empresa em relação aquela vaga. ++

Ela traz vantagens tanto para a empresa quanto para o funcionário. O funcionário vê sua perspectiva de crescimento e sabe quais passos deverá seguir para subir na hierarquia. 28

Para a empresa é mais barato promover o funcionário que já conhece a cultura da organização do que trazer um novo colaborador.

Por isso, prioriza a retenção de talentos na sua organização. Ou seja, quando abrir alguma vaga, dê a preferência aos seus melhores funcionários, e não as novas contratações.

Além disso, empresas que possuem plano de carreiras ganham visibilidade e aumentam o interesse o número de interessados em trabalhar nela, o que contribui para futuros processos de seleção.

Invista em comunicação interna

Diferente do que acontecia antigamente, agora as empresas se preocupam em manter uma boa comunicação também com o seu público interno, e não apenas com o público externo.

A comunicação interna é a troca de informações entre os colaboradores de uma mesma organização. Essa comunicação pode ser:

  • Vertical: quando a informação transita entre superiores e subordinados
  • Horizontal: quando a informação transita entre profissionais do mesmo nível hierárquico.

Essa comunicação é importante para que todos os envolvidos estejam alinhados com as estratégias da empresas, regras, expectativas e tudo o mais que a organização achar pertinente.

As práticas da comunicação interna são também estratégias de endomarketing, uma vez que uma comunicação efetiva e integrada cria o sentimento de importância e pertencimento no funcionário.

O Blog do Mais.im tem um artigo expecifico sobre os indicadores de comunicação interna. Agora que você já aprendeu algumas estratégias de endomarketing, precisa ler 7 indicadores de comunicação interna para analisar a partir de hoje para aprimorar ainda mais o seu conhecimento na área. Até a próxima.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on LinkedInEmail this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest
Comentários

Deixar um comentário