Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Comunicação interna nas empresas: o diferencial das grandes marcas

Megas campanhas publicitárias costumam gerar bons resultados, mas será que só a preocupação com o público externo basta? O que estamos vendo é que cada vez mais as grandes organizações estão se preocupando com um outro público: o interno. E é dentro desse contexto que hoje vamos falar de comunicação interna nas empresas.

A comunicação interna nas empresas engloba todo o fluxo de informação que tramita entre os membros de uma organização, seja por e-mail, redes sociais ou boca-a-boca.

Gossip GIFs - Find & Share on GIPHY

Quando falamos de comunicação interna nas empresas estamos falando de comunicados oficiais, informações importantes, divulgação de novos processos e até disseminação de boatos.

Em momentos de crise, um boato pode ter resultados catastróficos e resultar em problemas de clima, confusão nos processos e até pedidos de demissão.

Por conta disso, as grandes marcas hoje em dia se preocupam em manter uma boa comunicação interna no ambiente de trabalho e também nas redes oficiais de comunicação.

No artigo de hoje vamos te mostrar porque a comunicação interna nas empresas é tão importante e 6 ferramentas de comunicação interna que você pode implementar na sua organização.

Ficou interessado? Então continue a leitura!

Por que a comunicação interna nas empresas é tão importante?

Os funcionários de uma empresa são o primeiro nível de representação da sua empresa, pois eles contarão para os seus familiares sobre os seus produtos e a sua marca.

Quando você encontra alguém na rua uniformizado, você o vê como representante daquela marca. Se essa pessoa é pega praticando algum ato ilícito, você terá uma impressão ruim daquela organização.  

Logo, tudo o que aquela pessoa fizer ou falar sobre a empresa ou produto, te levará a julgamentos, positivos ou negativos, em relação àquela organização.

Seu público interno deve ser o primeiro a conhecer a história, valores, missão, políticas, princípios e cultura da organização.

Além disso, seus produtos e/ou serviços também devem ser conhecidos por eles nos mínimos detalhes, é preciso saber porque e para quem cada produto foi desenvolvido.

Uma empresa com boa comunicação interna trata seus funcionários com o mesmo carinho que seus clientes. Isso porque eles são realmente clientes: são clientes internos.

Por isso, os mesmos valores utilizados na comunicação com os clientes externos, devem ser vistos na relação entre o líder e o liderado.

Isso também evita boatos, que podem ser muito danosos para a empresa, causando problemas de clima, mal entendidos e baixa produtividade.

Se uma empresa quer se desenvolver, ser reconhecida no mercado e gerar mais resultados, é imprescindível que ela invista e valorize o seu público interno, afinal, são eles que movem e promovem a organização.          

6 ferramentas de comunicação interna para implementar na sua organização

Algumas ferramentas são muito úteis na missão de garantir uma comunicação interna efetiva e fluida. Por isso separamos 6 delas para você conhecer e identificar a melhor para sua organização.

 

  • Mural

 

Invenção antiga, mas muito prática e efetiva. O mural é uma excelente ferramenta de comunicação interna, pois deixa as informações bem visuais.

Através dele ninguém fica dependendo de um computador ou celular, e também não gasta muito tempo para captar o recado, já que está tudo explícito no mural.

Mas atenção: para um mural cumprir com o seu papel ele precisa estar em um lugar estratégico, onde seus funcionários passem diariamente; e precisam ser objetivos, pois poucas pessoas estarão dispostas a ler longos textos em um mural.  

 

  • Newsletter

 

Newsletter é um boletim informativo mandado aos funcionários via e-mail. A vantagem de se utilizar a newsletter é que não gasta papel nem tinta, portanto, ele mais econômico e sustentável.

Como hoje em dia todo mundo está conectado, transmitir informações importantes online costuma ser bastante efetivo.

 

  • Intranet

 

Intranet é uma rede de internet corporativa, na qual todos os computadores da organização estão ligados, facilitando a troca de informações entre os colaboradores de todas as áreas da empresa.

Essa ferramenta demanda um investimento maior e seu acesso é restrito aos funcionários, por isso, é mais utilizada em grandes organizações ou naquelas que têm seus funcionários muito separados geograficamente.

  • Caixa de sugestões

A velha caixinha de sugestões, em que são depositados papeizinhos com reclamações e sugestões de melhoria de maneira anônima, pode ser uma excelente ferramenta de comunicação interna.

Isso porque os gestores não conseguem pensar o tempo todo em formas de otimizar o ambiente e os processos, no entanto, seus funcionário podem ter boas sugestões durante o dia.

A grande vantagem é que, por ser anônima, as pessoas se sentem mais à vontade para opinar e é daí que surgem as melhores ideias.

 

  • Guias

 

Guias e manuais ajudam os novos funcionários a entenderem melhor a empresa em que estão começando a trabalhar. Eles são excelentes para explicar práticas, procedimentos, regras internas e até metas.

Utilizando o apelo visual, os guias são funcionais e podem ser consultados sempre que necessário, e não apenas pelos novos membros, mas por qualquer um.

  • Chats corporativos:

Você já deve ter ouvido falar que utilizar o Whatsapp e o Facebook para resolver questões administrativas ou cobrar resultados não é uma boa escolha.

Você precisa ter a opção de chats para os seus colaboradores conversarem entre si e para resolver assuntos da empresa.

O Slack, por exemplo, é uma boa ferramenta para este fim. Através dele é possível criar grupos, abrir chats privados e enviar mensagens para toda a organização.

Como saber se a comunicação interna nas empresas está sendo efetiva?

Através dos famosos indicadores! Existem indicadores que podem ser utilizados para medir a eficácia da comunicação interna.

Dessa forma, torna-se possível adaptar as práticas de comunicação quando estas não estiverem gerando os resultados desejados e potencializar aquelas que estão se mostrando mais adequadas.

Outra forma de perceber se a comunicação interna está boa é aplicando pesquisas de satisfação subjetivas, ou seja, com perguntas abertas para os colaboradores exporem suas opiniões.

É válido inclusive deixar a pesquisa como anônima para evitar que as pessoas fiquem constrangidas e não falem a verdade.

Conheça 7 indicadores de comunicação interna nas empresas para auxiliar suas métricas através do nosso artigo sobre o assunto.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on LinkedInEmail this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest
Comentários

Deixar um comentário