Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Competitividade empresarial: como se manter atualizado no mercado

Uma empresa surge, faz sucesso e, pouco tempo depois, é esquecida pelo seu público e fecha as portas. Esse ciclo é muito comum, principalmente em momento de crise. Mas como se manter no mercado por mais tempo que isso? A competitividade empresarial pode ajudar.

Permanecer na frente da concorrência, sem se deixar engolir pelo mercado e conquistando cada vez mais clientes é o que faz com que as empresas se consolidem e cresçam.

A globalização complicou esse processo, pois agora uma marca compete com empresas de todo o mundo e não apenas com negócios locais.

Mas ainda existem formas de se destacar perante a concorrência, mesmo que você seja uma micro ou pequena empresa e é sobre isso que falaremos a seguir.

Competitividade empresarial: o que é?

Competitividade empresarial é uma série de medidas tomadas por empreendedores para potencializar a atuação do seu produto ou serviço, tornando-se referência naquele setor.

É ela que garante a constante atualização de produtos e serviços vendidos, mantendo o negócio em processo de melhoria e otimização frequente.

Sem competitividade empresarial, uma empresa permanece estagnada desde da sua fundação: os produtos e os preços permanecem os mesmos e em pouco tempo os clientes migram para a concorrência.  

Competitividade empresarial:  por que fazer?

A competitividade empresarial é o que garante que uma empresa continue no mercado mesmo com novas marcas surgindo.

Sem competitividade empresarial, sua empresa não durará muito tempo, e todo o investimento tanto financeiro, quanto de tempo será perdido.

Já penso a sua grande ideia, todo o seu esforço, seus funcionários que gostam de trabalhar para você e todo o dinheiro que você investiu indo por água abaixo?

Não queremos isso, não é? Então, se você não investe em competitividade empresarial, é hora de começar.

Competitividade empresarial: quando fazer?

Sempre e o tempo todo.

Não caia nessa de: “em time que está ganhando não se mexe”. Esse ditado não aplica às empresas que querem continuar crescendo dia a dia.

Isso porque, se um produto ou serviço está fazendo sucesso, em pouco tempo muitas pessoas estarão oferecendo o mesmo.

Por isso, mesmo que a sua empresa esteja em uma “boa fase”, não se acomode. Aproveite o sucesso para vender muito e utilize o lucro para buscar novas formas de se destacar.

A Apple fez muito sucesso com o iPhone 3, por exemplo, mas em pouco tempo inovou ainda mais com o 4 e depois com 5 e assim por diante.

É uma marca que nunca para de se reinventar e por isso permanece como grande concorrência no setor aparelhos eletrônicos.

Competitividade empresarial: como fazer?

Não tem mágica. Se manter na frente da concorrência requer muito trabalho duro! No entanto, algumas práticas podem ajudar nesse processos.

Listaremos 4 delas a seguir.

Diferenciando-se dos concorrentes

Essa dica pode parecer meio óbvia, mas nem sempre nos lembramos de olhar ao nosso redor e ver o que nossos concorrentes estão fazendo.

É preciso analisar os concorrentes e identificar seus pontos fortes e fracos. Lembre-se: esperto é aquele que aprende com o erro dos outros.

  • O que seu concorrente faz que chama tanta atenção? Adapte essa prática a realidade da sua empresa e faça também.
  • Em quais pontos seu concorrente deixa a desejar? Mostre para o consumidor que você acerta nos pontos em que ele erra e cuide para não cometer os mesmos erros.

Não conhecer a fundo o mercado é um erro que pode custar caro para a sua competitividade empresarial. Portanto, monitore o seu mercado e mantenha o seu conhecimento atualizado sempre.  

Depois disso, basta se diferenciar de maneira positiva dos concorrentes. Faça o que eles não fazem, ofereça inovação nos seus produtos e destaque-se.

Atualizando constantemente seu produto e serviço

Essa é a alma da competitividade empresarial.

Você precisa estar sempre atualizado, observando novas tendências e buscando a inovação se quiser se destacar.

Mas atenção: inovar não é sinônimo de correr riscos desnecessários, ok? É preciso analisar bem a situação para decidir quais riscos valem a pena e quais não.

A inovação sempre virá junto com os riscos, você só precisa calcular bem esses riscos para saber quais são válidos e pode investir sem medo.

Para isso, estude bem o mercado em que você está inserido e pense como se fosse o seu consumidor: se esse novo produto/serviço fosse oferecido para você, você compraria?

Além disso, também é válido fazer uma pesquisa entre alguns de seus clientes mais fidelizados para obter também essa resposta. Isso te ajudar a saber se a ideia vai dar certo ou não.

Tendo os funcionários certos

Ter uma equipe qualificada e engajada com o trabalho é imprescindível para ter competitividade empresarial. Isso porque este é o tipo de time que traz inovação e faz a empresa “andar pra frente”.

Na hora de contratar novos funcionários, tenha certeza de que está admitindo profissionais alinhados à cultura organizacional da empresa, além de proativos e dedicados.

Um processo seletivo bem estruturado e que envolva profissionais especializados em identificação de perfis profissionais certamente ajudará nesta tarefa.

Ter uma equipe com essas características faz a diferença na hora de ultrapassar a concorrência e permanecer na frente.

E lembre-se de sempre mostrar para a sua equipe o quanto eles são importantes para o bom andamento da empresa, valorizando sempre o bom trabalho deles.  

Trabalhe o endomarketing para aumentar a produtividade

Endomarketing é o marketing feito para os clientes internos da organização, ou seja, seus funcionários.

Ele é o que mantém seus colaboradores cientes das práticas da empresas, das mudanças e também é capaz de aumentar a produtividade e o engajamento da sua equipe.

Isso porque, com boas práticas de endomarketing sendo aplicadas, os funcionários se sentem mais ouvidos, respeitados e mais “parte do time”.

Mas o que isso tem a ver com a competitividade empresarial que estávamos falando?

Bom, um gestor sozinho terá muita dificuldade em encontrar formas de inovar constantemente, uma hora suas boas ideias irão se esgotar.

Com toda a equipe motivada em aprimorar seus produtos e serviços, novas ideias irão surgir e será muito mais fácil ficar vivo na corrida contra a concorrência.

Agora que você já sabe como a competitividade empresarial pode te ajudar a permanecer no mercado, que tal aprender mais sobre como vender? Nosso artigo sobre neurovendas pode ajudar!

 

Compartilhe:
Share on FacebookShare on LinkedInEmail this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest
Comentários

Deixar um comentário