Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Análise SWOT: a importância para a comunicação interna

A análise SWOT (que é a sigla em inglês para Forças, Fraquezas, Ameaças e Oportunidades) é uma das ferramentas mais populares entre as empresas que querem avaliar o ambiente interno e externo em que estão inseridas antes de desenvolverem um planejamento estratégico. Ao conhecerem suas Forças, Fraquezas, Ameaças e Oportunidades, essas organizações aprofundam seu conhecimento sobre si mesmas e sobre o mercado, propondo iniciativas que aumentam as chances de sucesso nas operações e negócios.

Mas você sabia que essa ferramenta também pode ser aplicada para avaliar outros processos dentro da empresa em busca de melhorias? No post de hoje você vai saber qual a importância da análise SWOT para a equipe de comunicação interna. Continue acompanhando!

Depois do diagnóstico, antes do planejamento

O diagnóstico já é uma ferramenta amplamente usada pelas empresas antes de elaborarem sua estratégia de comunicação: por meio de entrevistas com líderes, gestores e funcionários, a organização busca conhecer a percepção dos colaboradores sobre o processo de comunicação interna, assim como avaliar a eficácia de veículos, linguagem utilizada nos comunicados, periodicidade de publicações e envios, campanhas e outros aspectos.

A análise SWOT entra em cena logo após a conclusão desse diagnóstico: com todas as informações sobre a comunicação interna em mãos, a empresa poderá encaixar cada uma delas no quadro de Forças e Fraquezas (ambiente interno à comunicação) e Ameaças e Oportunidades (ambiente externo à comunicação).

Fazendo o dever de casa

O exercício de elaborar a análise SWOT em um quadro exige que o gestor reflita primeiramente sobre as Forças e as Fraquezas do próprio processo de comunicação interna, ou seja, sobre as questões que estão sob seu controle. Ao fazer isso, ele irá estudar se o seu setor está preparado para os desafios que enfrenta, tanto em recursos humanos quanto em materiais.

Algumas características que podem ser identificados como Forças ou Fraquezas nesse momento são os conhecimentos e habilidades em comunicação interna da equipe, as ferramentas e recursos usados nas tarefas do dia a dia, o conhecimento da equipe sobre a estratégia do negócio, entre outras.

Compreendendo seu papel

Em relação ao ambiente externo, a equipe de comunicação interna deverá avaliar como anda a satisfação dos empregados, gestores e direção da empresa com esse processo, assim como entender melhor o funcionamento da gestão da empresa e a interação entre os demais setores da organização.

Entre alguns exemplos de Oportunidades e Ameaças que podem ser identificados nesse momento estão a existência de ferramentas adequadas para comunicação entre os funcionários e equipes, a participação de colaboradores da comunicação interna em projetos corporativos, o posicionamento do setor de comunicação interna do organograma geral do negócio, a burocracia nos fluxos de aprovação, entre outros.

Correções e melhorias

Ao identificar todas as vantagens e desvantagens que a comunicação interna possui (tanto internamente quanto externamente), a equipe então poderá traçar estratégias mais direcionadas e eficientes para esse processo, focando sua atenção nas prioridades e solucionando os problemas mais graves.

Com isso, a atuação do gestor e de seus funcionários se torna mais estratégica, evitando que eles estejam somente subordinados às decisões de negócio.

E então, preparado instalar a análise SWOT na comunicação interna da sua empresa? Se você ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão escreva para nós através dos comentários!

Compartilhe:
Share on FacebookShare on LinkedInEmail this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest
Comentários

Deixar um comentário